terça-feira, 12 de novembro de 2013

Compota de Figo e Maçã



E não é que as figueiras continuam a dar figos? Mas parece-me que estes são os últimos, porque os senhores pássaros têm feito das minhas figueiras o melhor restaurante da zona. 
Voltei a fazer uma compota. Não que seja uma receita entusiasmante, mas cá em casa comemos imensa compota (se calhar não devíamos...). Acompanha as torradas da manhã, os scones de domingo à tarde e até os crepes que surgem quando apetece um lanche diferente. 
Desta vez misturei os figos com maçãs Smith, bem verdes e ácidas. A combinação dos dois frutos ficou perfeita.


50 min | Fácil  


500g de figos pingo de mel
500g maçã smith

700g de açúcar
1 pau de canela

Lave os figos, retire o pé e corte em quatro metades. Lave as maçãs, retire o caroço e corte aos cubos. Leve ao lume a fruta com o açúcar e o pau de canela. Deixe ferver e coloque o lume no mínimo possível. Ao fim de 10 minutos, retire o pau da canela. Não precisa de estar sempre a mexer a compota, mas deve fazê-lo algumas vezes para garantir que a fruta não agarra ao fundo do tacho.

A compota estará pronta quando fizer o ponto de estrada. Para verificar este ponto, coloque um pouco de molho num prato e risque-o com uma colher. Se fizer um risco (estrada) e não voltar a unir, significa que está no ponto. Se unir, ainda não faz o ponto de estrada. Para chegar a este ponto deve deixar cozer durante aproximadamente 40 minutos. 
Lave os frascos com água a ferver. Verta a compota nos frascos e deixe arrefecer. Quanto estiver fria guarde o doce no frigorífico.